Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘cuidados diários de pele oleosa’

ScreenShot238

ScreenShot106

Continuando sobre a pele oleosa, andei pesquisando em fontes diversas e as indicações foram as seguintes:

1. Pessoas com pele oleosa e sem problemas de hidratação não devem usar hidratantes,  pois eles raramente são necessários!!! Mesmo que, após o banho ou a lavagem diária do rosto, a pele possa parecer ressecada, em pouco tempo a oleosidade irá aparecer, não se preocupe;

2. Beba bastante água, a água ajuda a limpar o organismo, eliminar as toxinas e equilibrar melhor o pH da pele;

3. Tente optar por legumes, verduras e frutas em sua dieta alimentar diária. Vamos resistir às tentações gente… pelo menos durante a semana… e final de semana…. ta liberado!!! 😀

4. Produtos faciais, como filtro solar, só devem ser utilizados se tiverem pelo menos a especificação “oil free” no rótulo;

5. Evite lavar o rosto com água quente, pois isso estimula a produção de mais oleosidade;

6. Evite lavar, exageradamente, o rosto durante o dia, a água não faz mal à pele, porém o uso excessivo de sabonetes pode retirar a camada de oleosidade fisiológica necessária para a manutenção da integridade da pele, causando o seu ressecamento; ou até mesmo, a pele pode responder de forma agressiva, produzindo ainda mais oleosidade, o chamado efeito rebote;

Outra questão comum em se tratando de peles oleosas é: “a pele oleosa pode ser maquiada!?” A resposta para esta questão é SIM!!! Apenas dê preferência a produtos leves, que não obstruam os poros, os chamados não-comedogênicos por exemplo; que não contenham óleo na composição e que tenham no rótulo a descrição “matificante”. Estes são produtos que também ajudam a controlar a produção de oleosidade.


Passo a passo, o ritual de quem tem pele oleosa deve ser: lavar, tonificar e tentar controlar a oleosidade com loções ou gel de formulação específica para isso. Isso tudo deve ser realizado 2 vezes ao dia, e não mais do que isso, então vamos lá:

ScreenShot104


1. Lavar – existem “n” produtos no mercado formulados para peles oleosas e que prometem acabar com ela inclusive… Lembre-se, tentar acabar com a oleosidade também não é nada bom! Devemos apenas controlá-la. Dê preferência a sabonetes líquidos ou espumas de limpeza, tipo mousse, que não agridam muito a pele e que contenham componentes bactericidas, antisépticos e sebo-reguladores como: Cobre-PCA; Zinco-PCA; Ácido Salicílcio; Óxido de zinco…

2. Tonificar – é um complemento importantíssimo e indispensável no tratamento de peles oleosas, pois a loção tônica, normalmente mais ácida que a pele, ajuda a equilibrar o pH (alcalino) das peles oleosas. Sabe-se que o álcool é um excelente adstringente, mas em alguns casos, tão rapidamente, quanto o excesso de sebo é dissolvido, ele reaparece. E como tudo varia de pele para pele, já viu né?! Dessa forma, é mais interessante optar por princípios ativos naturais nas formulações, que ajudarão a fechar os poros e desobstruí-los. Princípios encontrados em loções que ajudam a controlar a oleosidade, associados ou não ao álcool: Resorcina; Ácido Salicílico; Enxofre; Hamamélis…

3. Correção – feita com produtos em forma de loção ou gel, que irão prevenir e eliminar os “cravos”, descongestionar, prevenir o envelhecimento, e regular a queratinização ou renovação da pele, impedindo o tamponamento dos poros. Alguns ativos que atuam nessa etapa são: Ácido Salicílico, Ácido Retinóico, Peróxido de Benzoíla…

4. Proteção – apesar da pele oleosa já possuir uma proteção natural contra os raios UV, esta não é suficiente, por isso é importante o uso do filtro solar! Estes devem ser “oil free”, em formulação de loção (acho melhor do que gel , pois é menos irritativo e agressivo a pele, além de não oferecer aquele efeito de repuxar), e nunca em creme, com o fator de proteção (FPS) adequado, aplicado e reaplicado sempre que necessário, e se possível não- comedogênico também.


Além disso, é importante realizar uma esfoliação leve da pele uma vez por semana, para afinar a sua espessura, tirar células mortas, ajudar a controlar a queratinização, impedir a obstrução dos poros e eliminar os “cravos”. Pode ser feito com um esfoliante ou uma gommage, indicados de acordo com a necessidade da pele. E além de tudo, deixa a pele mais acessível para os receber os produtos de tratamento que você estiver usando, como por exemplo, os antídotos contra oleosidade.

Em post’s posteriores vou falar especificamente sobre alguns produtos que conheço, utilizo e recomendo: sabonetes, tônicos, hidratantes e afins… e dizer a quais tipos de pele eles mais de adaptam.

Pois bem, o que farei será dar dicas sobre os produtos que gosto e utilizo… falar das formulações, a que estes se propõem, como agem, e a minha humilde opinião sobre eles! Porque temos muita coisa no mercado, e sempre aparecem novas fórmulas “milagrosas”, que as vezes, nem são tão milagrosas assim!!!

Então, não vou recomendar que pessoas de pele oleosa utilizem um produto “x”, isso seria, do meu ponto de vista, imprudente, pois cada pele é uma pele e cada caso é um caso, mas posso dizer, quais conheço, gosto e utilizo, ok!?

Com isso combinado… vamos aos tratamentos em consultório que podem ajudar a controlar o sebo:

1. Peelings: Realmente funcionam!!! Ai como eu amoooo peeling’s!!! Bom, vou falar no geral o que eles tem capacidade de fazer. Peeling em inglês significa “descascar”, por isso, eles tem por objetivo remover as camadas superficiais da pele e estimular a renovação celular. Auxiliam na redução dos poros, desobstrução dos mesmos, controle da glândulas sebáceas, e deixam a pele muito mais receptiva aos princípios ativos utilizados nos produtos cosméticos. Os peeling’s podem ser químicos como: peeling de ácido salicílico, peeling de ácido glicólico, peeling de ácido mandélico e o peeling de ácido retinóico; ou mecânicos, como: peeling de cristal e peeling de diamante.  Podem ser feitos separadamente ou em associação, como por exemplo um peeling de diamante, seguido de um peeling de ácido glicólico; o que torna o tratamento um pouco mais “agressivo”;

ScreenShot103


2. Máscara de Argila: as argilas também são ótimas para controlar a oleosidade da pele. Porém, não devem ser usadas em conjunto com tratamentos à base de ácido, pois elas “diminuem” o efeito do ácido… então, é como se você estivesse sempre na etapa 1 do tratamento… um acaba anulando o outro e ninguém sai do lugar… resultado… pele na mesma. Por isso… se optar por argilas, utilize somente elas!!!


ScreenShot102


3. Limpeza de Pele: todo mundo deve fazer limpeza de pele gente!!! É um procedimento fundamental para ter ou manter uma pele bonita e saudável sempre. No caso das peles oleosas, a limpeza irá ajudar a desobstruir os poros, tratar ou prevenir o aparecimento dos cravos e espinhas,  afinar a textura e controlar a oleosidade… E deve ser feita pelo menos uma vez por mês no caso de peles muito oleosas ou de peles oleosas e com acne, e no período em um mês e meio no caso de peles apenas oleosas.

ScreenShot105


Cuide da sua pele, ela é o seu primeiro cartão de visitas!!!

Anúncios

Read Full Post »